Pattie Boyd => A mulher que tumultuou o rock inglês

Dizem que por trás das grandes canções sempre há uma musa. É verdade. E não há mulher mais apropriada pra atestar a veracidade desta frase quanto Pattie Boyd

Desejada por astros como Mick Jagger e John Lennon, Boyd se envolveu numa peculiar disputa entre George Harrison e Eric Clapton e inspirou verdadeiros clássicos: “Something”, “Layla” e “Wonderful Tonight”. Segundo ela, aliás, não foram só essas músicas não…

Era Harrison

George conheceu Pattie nas filmagens de A Hard Day’s Night, em 1964. Se interessou logo de cara. A moça, modelo, largou o namorado e começou a sair com ele pouco depois. Casaram-se em janeiro de 1966, escondidos da imprensa e do caos beatlemaníaco.

Curiosamente, foi este o ano em que a casa começou a cair pro casal. Após viagem à Índia em setembro, a convite do músico Ravi Shankar, a mente do rapaz ficaria mais no Oriente do que no par de meias.

Apesar disso, Harrison encontrou tempo de homenagear a esposa e compôs “Something” (aquela que Frank Sinatra dizia ser a maior declaração de amor da dupla Lennon/McCartney). Criada em 1968, a faixa foi single do último álbum gravado pelos Beatles, um ano depois: Abbey Road.

Gradualmente, o casal se afastou e Georgito voltou-se ao espiritualismo de vez. Aí, outro famoso guitarrista entrou na parada.

Da dor de cotovelo, nasce um hino

Eric Clapton e George consolidaram forte amizade no fim dos 60’s. Frequentavam a casa um do outro, compunham na frente um do outro – “Badge” e “Here Comes the Sun”, por exemplo, surgiram num encontro no jardim da casa de Eric, regado a violões. Esbarrar com a consorte alheia virou coisa comum e, quando se deu conta, Slowhand já estava ferindo o nono mandamento da Bíblia.

O troço era esquisito, mas o mito das seis cordas complicou ainda mais. Pra se aproximar de Pattie, começou a namorar a irmã dela, Paula. Relacionamento que acabou no dia em que a cidadã ouviu “Layla” pela primeira vez. Sacou qual era a do namoradão e caiu fora.

A faixa narra o sofrimento de um homem em meio ao amor impossível e, tal o LP onde está, Layla & Other Assorted Love Songs, de 1970, foi feita por Clapton e banda (Derek and The Dominoes) como forma de desabafo. Pattie exitava aos seus esforços.

Era Clapton

Dotado de espírito brasileiro, o cara perseverou e ganhou a mina. George pouco caso fez – também pulava a cerca e estava farto do casamento. Casamento que acabou em 1974, com direto à chifrada de um Ron Wood ainda não incorporado aos Rolling Stones e tudo.

Feliz depois de tanta embromação, Eric canetou “Wonderful Tonight” em 1976, enquanto esperava a amada se arrumar pra uma festa. A bendita virou carro-chefe de Slowhand, disco lançado em 1977.

Dois anos adiante, os pombinhos oficializariam a união. O vício do guitarrista em álcool e heroína, contudo, atingiu o ápice e ferrou o esquema. Seu desempenho musical caiu a ponto de ganhar o apelido ~~Crapton~~, e o caboclo passou a trair sua musa a torto e direito. Resultado: separação em 1984 e divórcio em 1988.

Amizade inabalada

Apesar dos pesares, Eric e George mantiveram-se chapas. Em 1971, pra se ter uma ideia, quando Slowhand se deprimiu pela rejeição inicial de Pattie e chafurdou nas dorgas, Harrison organizou o Concerto para Bangladesh e chamou-o pra participar. Não conseguiu tira-lo do fundo do poço, é vero, porém tentou.

Nem mesmo o conhecimento público do “roubo” encerrou a amizade. Ambos seguiram colaborando, até mesmo excursionando juntos nas décadas seguintes.

No tributo a George, em 2002 (um ano após seu falecimento), Clapton tocou algumas músicas do plantel do guri e performou o solo de “While My Guitar Gently Weeps”. Tal qual na versão original da faixa, lá nos idos white-albumnescos de 1968:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s