Contos e afins => Neolítico

neolitico

Rimava desiludido, um poeta buscando a síncope rítmica de abril
Ontem mesmo atravessou a rua afoito para unir portugais
Diagnosticava beleza apenas na fonética Rua e Alameda
Assembleia lusa formosa, Martim Afonso e Cabral 
Abjurou encontros transatlânticos só quando viu
Rindo musa num galgar sutil
Olhar penetrante e divinal
Díspar dama seda
Amar ademais
Redescobriu

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s