A polêmica Copa União de 1987

copa uniãoVocê já imaginou se nossa querida e imaculada CBF comunicasse hoje não ter condição de organizar o Campeonato Brasileiro?

Pois isso aconteceu em junho de 1987, originando a maior treta da conturbada história do futebol tupiniquim.

PREÂMBULO

A Confederação vivia o caos. Octávio Pinto Guimarães, o presidente, estava com a imagem manchada internamente e não havia verba pra tocar o bonde.

copa união 2Os principais clubes do país aproveitaram, se uniram e bolaram o Brasileirão daquele ano. Assim surgiu o Clube dos 13, formado em julho pelos quatro grandes do Rio e de São Paulo, pelos dois de maior expressão em Minas e no Rio Grande do Sul, e pelo Bahia, representando o Nordeste.

Com aval da CBF, os 13 criaram a Copa União sob moldes independentes do Nacional de 1986, desconsiderando totalmente a classificação do certame. Pensando no retorno financeiro e popular, convidaram três equipes de outros estados (Goiás, Santa Cruz e Coritiba) e fecharam acordos polpudos com Rede GloboCoca-Cola e Varig.

A imprensa adorou, a televisão global ficou maravilhada com tantos jogos de apelo maciço, mas os excluídos se ressentiram. A política elitista na organização desconsertou times como Guarani e América-RJ, que teriam vaga cativa na Primeira Divisão se a tabela de 86 fosse respeitada. E deu margem a críticas contra Botafogo e Coritiba, que estariam na Segundona conforme o mesmo critério.

CBF VOLTA ATRÁS: NASCE A TRETA

copa união 3Vendo o balanço comercial favorabilíssimo da Copa União, a CBF lhe retirou o apoio, reuniu 16 agremiações preteridas, fechou com o SBT e organizou uma competição, a qual daria sequencia ao Brasileirão da temporada passada.

Além disso, estabeleceu arbitrariamente um vínculo entre o torneio dos grandes (o qual chamou Módulo Verde) e o seu (denominado Módulo Amarelo): os dois primeiros de cada deveriam se cruzar num quadrangular final, donde sairia enfim o campeão.

Obviamente, o Clube dos 13 ignorou a determinação. Resultado: confusão.

copa união 4Jornalistas e mídia legitimaram a Copa União e consideraram o Flamengo campeão nacional ao bater o Inter por 1×0, na final derradeira, em 13 de dezembro.

A CBF, por sua vez, bateu o pé e determinou que o famigerado quadrangular fosse posto em prática, em janeiro de 1988.

Rubro-Negro e Colorado não quiseram nem saber, enquanto Sport e Guarani, sobreviventes do Módulo Amarelo, obedeceram. Em 7 de fevereiro de 88, após vitória sobre o Bugre por 1×0, o Leão foi então agraciado pela Confederação como vencedor do Brasileirão.

PS => Temos a tendência Robin-Hood de creditar ao Sport o título de 1987. Pessoalmente, porém, pelos motivos expostos acima, acho inegável que a Copa União do Clube dos 13 foi o real campeonato da temporada.

O que se deve questionar é sua fórmula elitista, sem respeitar critérios técnicos estabelecidos no Brasileirão de 86. Já a conquista do Flamengo… Essa não pode ser discutida.

PS 2 => Usei como consulta um texto incrível da Trivela, que detalha o imbróglio com perícia. Pra lê-lo, clique aqui.

Anúncios

Uma resposta em “A polêmica Copa União de 1987

  1. Pingback: Copa João Havelange: a última grande campanha do Sport no Brasileirão | It's not only Rock

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s