América-RJ cresce no mata-mata e chega às semifinais do Brasileirão de 1986

américa-rjUm ano após o Bangu quase conquistar o país, outro carioca simpático surpreendeu no Campeonato Brasileiro. Na edição boleira de 1986, o América-RJ demonstrou garra, deixou grandes no caminho e alcançou uma inédita semifinal.

À princípio, o Mequinha foi tímido. Passou pelas fases de grupo na bacia das almas: primeiro em sexto, com saldo negativo, e depois na última vaga, em quarto. Bateu Santos e Botafogo, é verdade, mas nada que animasse verdadeiramente o torcedor.

Foi durante o mata-mata que a coisa mudou. Nas oitavas de final, encarou uma Portuguesa favorita e seguiu adiante, ganhando em casa (1×0) e empatando fora (0x0). Achei um relato impagável do jogo de ida, onde o locutor descreve o cozimento da Lusa no “caldeirão do Diabo”.

Aí veio o Corinthians, muita pressão, e a consagração. Cinquenta e três mil gargantas alvinegras emudeceram ao ver o meia Renato e o atacante Luisinho decidirem a parada em favor dos encapetados. Um inapelável 2×0 em pleno Pacaembu, forte o suficiente pra neutralizar o revés no duelo de volta (2×1), no Maracanã.

Semifinal à vista.

De repente, o desacreditado América-RJ lutava contra o São Paulo de Darío Pereyra, Silas, Müller e Careca por um lugar na decisão do Brasileirão. Missão dura e impossível, que nem mesmo o goleiro Régis, em excelente forma, conseguiu cumprir.

Derrota por 1×0 no Morumbi e igualdade por 1×1 no Maraca.

Embora eliminado, o alvirrubro do Rio deixou o certame de cabeça erguida: quarto lugar na classificação geral, e a certeza de que realizou uma campanha pra entrar na história do clube. Inigualável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s