Holanda, 2000/2002 => A grande geração que viu a Copa do Mundo pela TV

holanda 2Parecia inacreditável à semifinalista da Copa do Mundo de 1998 e da UEFA Euro 2000 ficar fora do mundial de 2002. Como uma geração incluindo Van der Sar, Van Bommel, Van Bronckhorst, Seedorf, Davids, Kluivert e Van Nistelrooy sequer pisaria no Japão e na Coreia? Treinada por Louis Van Gaal, ainda por cima?

O imponderável, todavia, aconteceu. A poderosa Holanda teve de assistir a competição máxima do futebol terráqueo pela TV.

Qualificatório complicado

A Oranje, convenhamos, não teve vida fácil. Acostumada a passear em eliminatórias de Copa recentes, àquela época encarou o Grupo 2 ao lado duma dupla indigesta: Portugal de Figo, Rui Costa, Nuno Gomes e Pauleta, e a Irlanda do goleirão Given e de Roy e Robbie Keane.

Logo na primeira rodada, em setembro de 2000, os laranjas se complicaram ao empatar com os conterrâneos do U2 por 2×2 – perdiam por 2×0 até os 26 do segundo tempo, diga-se.

Em outubro, nova ducha de água fria: derrota por 2×0 diante dos lusos, em plena Roterdã.

Decisão em Dublin – batata assa de vez

Nem mesmo goleadas protocolares sobre o resto da chave (Chipre, Andorra e Estônia) ajudaram, já que gajos e Boys in Green seguiram invictos no decorrer da bodega. O triste 2×2 com a Seleção das Quinas em março de 2001, sacramentado por Figo de pênalti, nos acréscimos em Porto, apenas manteve o delicado panorama.

Então, quando o 1º de setembro de 2001 chegou, não havia alternativa além de bater os irlandeses em Dublin, no último confronto direto do grupo. Empatar não bastava, pois lusitanos ficariam três pontos adelante e o Green Army manteria seu pontinho de dianteira.

A esperança ruiu aos 23 da etapa complementar, quando Jason McAteer ignorou a pressão holandesa e acertou potente chute cruzado à direita de Van der Sar. Vitória anfitriã por 1×0.

Naquele mesmo dia, o U2 tocou na região e homenageou o grande triunfo verde. Durante a música New Year’s Day, Bono se enrolou numa bandeira do país e gritou “fechem os olhos e imaginem: é Jason McAteer”.

O momento está eternizado no DVD U2 Go Home: Live from Slane Castle (lá por 3:20 do vídeo abaixo).

Pra tristeza abaixo do nível do mar, Portugal fechou o balangandã em primeiro, com 24 pontos, e garantiu vaga direta à Copa. A Irlanda somou os mesmo 24 mas, por ter saldo menor, foi levada à repescagem, na qual eliminou o Irã.

Em terceiro, chupando o dedo com solamente 20, ficou a Laranja. A queda, conforme as más línguas, seria justiça divina. Porque nenhuma seleção com Hasselbaink no ataque poderia disputar um mundial.

holanda

Anúncios

Uma resposta em “Holanda, 2000/2002 => A grande geração que viu a Copa do Mundo pela TV

  1. Pingback: Portugal, 2002 => A fantástica geração que não correspondeu na Copa do Mundo | It's not only Rock

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s