Esquerda, volver => 8 músicos canhotos que se viraram em instrumentos para destros

mark knopflerEsquerdinhas sofreram no século XX, viu? Era difícil achar instrumentos musicais propícios, o que forçou muito lefty a pegar aparatos destros e aprender a tocar assim, mesmo.

Segurador ocidental de caneta que sou, elenquei oito caboclos canhotos que fizeram da adaptação um estímulo no desenvolvimento artístico. Ei-los:

1- Mark Knopfler

O líder do Dire Straits ingressou nas artes através do violino – destro. Adelante, quando a guitarra o seduziu, decidiu ser mais fácil manter a pegada via mão direita. E assim o fez.

2- Mike Bloomfield

Um dos primeiros guitar heroes deste planetinha, Mike tentou a sorte com a mão do capeta, inicialmente. Fez aula durante um ano e tudo, mas só se julgou bom o bastante após mudar de lado.

3- Edgard Scandurra

Na infância, o guri que deu nome ao Ultraje a Rigor e se notabilizou no Ira! pegava a guitarra destra do irmão. Inverter as cordas não era opção, então ele aprendeu a empunhar o instrumento ao contrário, tocando licks e acordes de ponta-cabeça.

4- Ringo Starr

A marca registrada do baterista dos Beatles, atacar a percussão com igual força em ambos os braços, é fruto dele ser um canhoto preso num kit destro. O motivo da gambiarra é simples: a falta de recursos na época.

5- Dick Dale

Tal qual Edgard Scandurra, o mito da surf music começou numa guitarra “normal” invertida, sem mexer nas cordas. Isso o ajudou a desenvolver o estilo percussivo e veloz que o tornou famoso.

6- Noel Gallagher

Diferente de outros desta lista, o principal compositor do Oasis poderia usar uma guitarra canhota, se quisesse. Não o fez por querer realizar ao menos uma atividade com a direita na vida.

7- Kiko Loureiro

O jovenzinho do Angra e do Megadeth é outro a emular um destro. Começou fazendo aulas num violão “direito”, e não viu razão pra mudar no decorrer do tempo.

8- Jimi Hendrix

Forçado pelo pai, Jimi tocava como destro, a princípio. Alterou a pegada mais tarde, modificando o nut da guitarra e invertendo as cordas. Quando o pai se aproximava, porém, ele virava o instrumento, empunhando novamente com a direita.

Ou seja: o cara não só podia usar ambas as mãos, como também tirava som na escala ao contrário. Pouco gênio, hein?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s