Brasileirão de 2004 => O dia em que o Atlético-PR de Washington parou no Vasco de Petkovic e viu o título antecipado virar vice (pra alegria do Santos)

vasco 1x0 trétisQuase quatro da tarde. Washington adentra o gramado de São Januário, olha a torcida visitante e estranha. “Devia ter mais gente ali”, pensa o matador.

O Rio de Janeiro está mais quente que o usual. Não pelo primaverão típico dos 12 de dezembros, tal aquele domingo de 2004, mas pela decisiva rodada do Campeonato Brasileiro que nele ganha corpo. Do acanhado estádio do Vasco, pode sair o novo campeão da bola nacional.

Pra que isso ocorra, o líder Atlético-PR (85 pts) precisa bater o Cruzmaltino e torcer pro Santos (83 pts) tropeçar no São Caetano, no ABC paulista.

Rola a pelota e o Furacão quase atinge a meta logo aos 5 minutos. Denis Marques avança pela direita e serve ao colega de ataque, artilheiro da competição com 33 gols. O camisa 9, porém, perde duelo junto ao goleiro Everton e vê o rebote passar sadicamente rente à trave.

vasco 1x0 trétis 2Everton é o quinto defensor da meta vascaína na temporada e, do alto dos 23 anos, debuta como profissional justo na 45ª e penúltima perna do Brasileirão. Nada que o abale a frear a pressão rubro-negra.

Termina a etapa inicial, e ninguém está feliz no Rio. Elano abriu o placar no Anacleto Campanella e o Peixe não vai apenas ferrando o título antecipado do Trétis, mas também assumindo o topo da tabela.

Mais do que nunca, os comandados de Levir Culpi necessitam marcar.

vasco 1x0 trétis 3Retomado o cotejo, Fernandinho arranca da defesa até a boca da grande área, bate mascado e a redonda sobra novamente pra Washington. Enquanto o cronômetro se aproxima dos 4 minutos, o Coração Valente isola o chute, urra de irritação e inconforma um desmarcado Denis Marques.

Do outro lado do Sudeste, bad news: o Santos fez outros dois.

Everton continua resolvendo lá atrás e, adiante, o Gigante da Colina consegue importante bola parada aos 21. Um golzinho afasta de vez o fantasma do rebaixamento, e os anfitriões têm a arma ideal pra consegui-lo: Petkovic.

vasco 1x0 trétis 4Mãos à cintura, o sérvio espia a região do agrião. Encontra Henrique e executa a cobrança. O zagueiro passa por todo mundo e testa firme, sozinho, no bico esquerdo da pequena área. Diego, melhor guarda-redes da competição (quem discordar é clubista), nada consegue fazer.

1×0.

A galera atleticana desaba. Parados pela Polícia Militar em plena Avenida Brasil, os ônibus contendo grande parte dos admiradores do Furacones chegam bem atrasados à São Januário. Alguns só se acomodam instantes antes do tento de Henrique – dureza de assimilar.

Findo o confronto, o time curitibano teria de se contentar à realidade do vice-campeonato – confirmado na semana seguinte, em 1×1 diante do Botafogo, na Arena da Baixada. O Santos de Robinho derrotaria (adivinha só) o Vasco por 2×1 e garantiria a taça, então.

PS => A justificativa da PM pra reter a torcida do Atlético-PR foi o perigo da situação. Conforme o comando das tropas, cerca de 10 mil pessoas se aglomeravam no entorno de São Januário depois de os portões serem fechados, o que tornaria a inclusão de outros 1,2 mil torcedores impensável.

Um jogo tão importante como aquele, na opinião da polícia, deveria rolar num local mais adequado: o Maracanã.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1×0 ATLÉTICO-PR

Local: Estádio de São Januário, Rio de Janeiro (RJ).
Data: 12 de dezembro de 2004, às 16h.
Árbitro: Wilson de Souza Mendonça (PE).
Público: 14.540 pagantes.
Gols: Henrique, aos 21 minutos do 2º tempo (Vasco).
Cartões amarelos: Henrique e Ygor (Vasco); Ivan (Atlético-PR).

Vasco: Everton; Henrique, Fabiano (Gomes) e Daniel; Thiago Maciel, Ygor, Coutinho, Júnior (Marco Brito), Petkovic e Daniel; Anderson.
Técnico: Joel Santana.

Atlético-PR: Diego; Marinho, Rogério Corrêa e Marcão; Raulen (Pingo), Alan Bahia (Morais), Fabiano, Fernandinho e Ivan; Denis Marques e Washington.
Técnico: Levir Culpi.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s