The Beatles => Os 9 solos de guitarra mais legais não tocados por George Harrison

beatles top 9O lineup guitarrístico dos Beatles nem sempre seguiu a lógica habitual. Ao vivo John Lennon vez ou outra se incumbiu dos sons dominantes e, no estúdio, até mesmo Paul McCartney se aventurou pelas seis cordas – inclusive antes de 1966, quando pararam de fazer shows.

Pensando nisso, listei 9 músicas bacanas em que, durante as gravações, o papel de guitarrista solo recaiu aquém dos ombros de George Harrison.

Confira a seguir. A ordem é aleatória:

 

TRACKLIST

  1. Long Tall Sally (Long Tall Sally EP – 1964) => John executa o solo número 1, à lá Chuck Berry.
  2. Good Morning, Good Morning (Sgt Pepper’s Lonely Hearts Club Band – 1967) => Tocado por Paul, guarda similaridades com outro contemplado adiante nesta lista, também dele, aliás. Veloz e repleto de ligaduras.
  3. You Can’t Do That (A Hard Day’s Night – 1964) => O personagem da letra é ciumento e paranoico. John parece retratar tais facetas neste solo doidinho, legal de ouvir.
  4. Another Girl (Help! – 1965) => Obra de Macca, numa das primeiras vezes em que ele gravou mais de um instrumento num tema. São na verdade vários mini-solos country, preenchendo os compassos.
  5. Honey Pie (The Beatles – 1968) => Curtinho inho inho, simples e bacana, embebido numa rara influência de jazz contida no marido da Yoko. Infelizmente desfavorecido na mixagem.
  6. For You Blue (Let it Be – 1969) => Lennito brincando na slide guitar.
  7. Taxman (Revolver – 1966) => Paul paga tributo ao interesse de George pelo Oriente, simulando a sonoridade das cítaras.
  8. Get Back (Let it Be – 1970) => Assim como Paul em Another Girl, John lança mão da empreitada “plural”, mas com um temperinho melódico extra.
  9. While My Guitar Gently Weeps (The Beatles – 1968) => Eric Clapton nunca foi oficialmente creditado no White Album, erro que a história tratou de corrigir. A participação veio a convite de Harrison, puto com o descaso da dupla Lennon/McCartney por sua canção. Segundo ele, tão logo Slowhand pintou na área, a atmosfera no estúdio mudou e todo mundo se doou ao máximo. Melhor pra todos nós.

Detalhe: Clapton não queria ser reconhecido pelos ouvintes. Pra tanto, pediu ao engenheiro de som que sua guitarra timbrasse ao estilo Beatles.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s