Contos e afins => O outro lado da montanha

etcheverryRapaz do céu, pensa num cenário ruim. Logo na estreia do campeonato, vamo pegar aquele time do nível do mar…

Por que, Deus, por quê?

Tem condição de bater na bola desse jeito? Você passa pro colega, a redonda mal sai do lugar. Você mete um canudo pro gol, e ele morre fraquinho no braço do goleiro. Força não existe!

O pior de tudo, doutor, é o oxigênio. Crendios, é O2 demaaaais, dá até nó no cerebelo. Amigo meu esses dias teve de ir pro Rio e olha, quase foi preso. Foi tanto ar que deu barato no pobre.

Sei que o homem lá de cima escreve certo, mas precisava usar linha tão torta assim? Podia arranjar compromisso mais perto daqui da Bolívia, né? Um peruano andino e tal?

Ah… Saudades, Cienciano.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s