Lenda do vôlei de praia, Kerri Walsh Jennings passou aperto pra defender os EUA na quadra em Sydney 2000

kerri walshA rainha das areias Kerri Walsh Jennings iniciou sua trajetória no vôlei olímpico – veja só – nas quadras. De maneira bastante conturbada.

Foi em 2000, quando as atuações no circuito universitário americano lhe renderam convocação ao time dos EUA, nos Jogos de Sydney. Com 22 aninhos.

Massa, né?

Pois o momento de celebração quase se transformou em pesadelo: Kerri testou positivo no antidoping, pouco antes da estreia na Austrália.

Por sorte, tudo não passou de um susto – um falso positivo, como a contraprova deixaria claro. Até o resultado do reteste a inocentar, porém, ela precisou ficar de fora de várias partidas.

Só entrou em ação no fim da primeira fase, mas contribuiu pros States chegarem às semifinais, alcançando o 4º lugar. Atrás de Brasil (bronze), Rússia (prata) e Cuba (ouro).

Passada a Olimpíada da treta, Walsh trocou o indoor pelo vôlei de praia, onde se tornou mito e conquistou três ouros seguidos (Atenas 2004, Pequim 2008 e Londres 2012) ao lado da compatriota Misty May-Treanor.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s