Grandes álbuns da humanidade brasileira => A Tábua de Esmeralda (Jorge Ben, 1974)

jorge-ben_a-tabua-de-esmeraldaO violão mais suingado da música brasileira. Letras ora terrenas, ora profundas, capazes de salientar características extraordinárias até mesmo numa mera gravata. Um canto característico, desafiador da métrica padrão.

Estas foram as roupas e armas vestidas por Jorge Ben em A Tábua de Esmeralda. O melhor trabalho acústico da longa discografia do rapazinho carioca, posto ao mundo nos idos de 1974.

Homônimo do texto norteador da alquimia, o disco tem todos os temas que fariam Jorge ser o que é. Misticismo, humor, figuras femininas, história e até mesmo aventuras no inglês – e na melancolia. Cinco Minutos, evocadora de surpreendente clima de tensão e emoção, certamente está no G4 do cancioneiro do ontem Ben, hoje Jor.

Das outras faixas, Zumbi talvez seja a lembrada-mór do público. Não necessariamente pela versão original, mas por ter sido regravada no excelente LP África Brasil, de 1976. Elétrica e funkeada, a nova edição ganhou nome composto – África Brasil (Zumbi) – e outra energia.

Tracklist:

  1. Os Alquimistas Estão Chegando
  2. O Homem da Gravata Florida
  3. Errare Humanum Est
  4. Menina Mulher da Pele Preta
  5. Eu Vou Torcer
  6. Magnólia
  7. Minha Teimosia, Uma Arma pra te Conquistar
  8. Zumbi
  9. Brother
  10. O Namorado da Viúva
  11. Hermes Trismegisto e sua Celeste Tábua de Esmeralda
  12. Cinco Minutos
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s