Contos e afins => Meditação

meditacao

Pensei em muito modo
De começar isso aqui

Versos sedosos
Translúcidos tal sambaqui
Desses que se não se vê por aí
Sem meios cuidadosos

Desisti logo de cara
Deu dor de cabeça
Imaginar que toda sentença
Devesse ter pouca pretensa
Mas também coisa rara

Melhor é pé no chão
Rimar tudo com ão
Como quiseram tanto Deus quanto o Cramunhão

Isto posto, nobre
Esqueça o que tá na lousa
Beleza quem decide
Não é o que ensina
E sim quem questionando percebe
Com a própria pele
Meditação
Olho
Ouvido
E mão

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s