Beija-Flor no Alto da Glória => A curta passagem de Dadá Maravilha pelo Coritiba (1983)

dario-no-coxaDario foi um dos maiores goleadores que nosso futebol já viu. Tricampeão mundial com a Seleção de 1970 e brasileiro com Atlético-MG (1971) e Internacional (1976), o rapaz marcou 926 gols na carreira, suficientes pra botá-lo no top 5 de matadores tupiniquins, atrás de Túlio (1.000), Romário (1.002), Friedenreich (1.239) e Pelé (1.284).

Além de Galo e Colorado, Dadá Maravilha também colecionou passagens por diversos outros times. Entre eles, o Coritiba.

O folclórico rei das áreas já tinha 37 anos quando o Alto da Glória pintou no seu horizonte, em 1983. Na época o Verdão andava estranho, frequentando a Taça de Prata nacional e precisando ganhar moral. Moral que ansiava recuperar no loooooongo Campeonato Paranaense, disputado insanamente entre junho e dezembro.

Tendo o Beija-Flor no setor ofensivo, o Coxa chegou à decisão, mas não foi páreo ao Atlético-PR de Rafael Cammarota, Cristóvão Borges e Nivaldo Carneiro, que levou o bi pela primeira vez desde 1929-30.

Ao todo, Dario vestiu verde e branco em 19 partidas, dando cinco chacoalhadas de limoeiro alheio. Dentre seus grandes momentos pelo Couto Pereira, destaque à assistência dada a Lela no Atletiba anterior às finais (ao contrário do que apregoa o vídeo abaixo), terminado 1×1.

Dadá se aposentaria em 1986, ostentando 20 anos de profissão e nada mais, nada menos, que 17 agremiações esportivas defendidas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s