Jack Johnson => O grave acidente de surfe que mudou sua vida – e virou música

jack johnson 1988

Com a prancha sob o braço – 1988 (Crédito: jackjohnsonmusic.com)

Jack Johnson era uma das grandes promessas do surfe nos anos 1990. Aos 17 de idade, em 1992, o havaiano se tornou o mais jovem a chegar às finais do Pipeline Masters, evento realizado na terra natal Oahu, que encerra o circuito mundial da modalidade.

Enquanto Kelly Slater vencia a etapa e conquistava a primeira World Surf League Championship Tour da carreira, Jack não teve tanta sorte: sofreu grave queda, sendo engolido pela onda que buscava e batendo forte num recife de corais. Por pouco não se afogou, precisando de mais de 150 pontos na testa pra fechar a pancada.

O impacto da experiência foi profundo emocionalmente também, a ponto de o rapaz largar o surfe profissional pouco depois. Ele diminuiu o ritmo, focou nos estudos, formou-se em Cinema nos States e casou. Passado o período acadêmico, começou a compor umas musiquinhas aqui e ali – e encontrou a real vocação.

Uma dessas composições, Drink the Water, entrou em seu álbum de estreia Brushfire Fairytales (2001) e recapitula a tragédia marinha. A melodia é das melhores do disco e a letra não fica atrás. Há trechos bem interessantes, com Jack comparando o episódio a um relógio parado e incutindo frases de alerta e superação.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s