Contos e afins => Que seja o que será

que seja o que será

(Foto: pixabay.com)

Sinto que passei
Um longo tempo procurando
A calma da tua voz
Do parque da manhã vinda

E isso que nem te conheço
Talvez nem vá
Mas já te apreço mesmo assim
Que seja o que será

Saiba tu que
Pelo menos num instante
Minha tormenta vez em quante
Virou calma da praia
Por causa do teu canto
Que agora ecoa solto
Bem no fundo da minha alma

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s