Yamandu Costa, Teatro da Caixa, Curitiba => Coisas que lembro do primeiro show que assisti

yamandu costa

(Foto: cwbmania.blogspot.com.br)

Memória é um troço maluco. O tempo passa e o Cérebro fica preguiçoso que só. Tira sonecas existenciais cada vez mais longas. “Lembra aquilo lá?”, você se esforça, aproveitando uma rápida abertura de olho dele – típica de quem só acordou pra remover o excesso de remela. “Leeembro”, responde a massa cinzenta, abafando o bocejo. “Foi massa, né…”. Antes de terminar a frase, lá está o Cérebro virado pro outro lado, roncando alto, de novo, sem revelar maiores detalhes.

Dia desses, por exemplo. Me peguei matutando sobre o primeiro show que assisti na vida. Lembrei do artista (Yamandu Costa). Do local (Teatro da Caixa, em Curitiba). Da circunstância (noitinha). Das companhias (meu pai e minha mãe). Da data, nada.

Por alguma razão, indexei na cachola que eu tinha 15 anos na ocasião, marcando os calendários a temporada 2006 depois de Cristo. Mas, ao contrário do sono cerebral, não há provas cabais de tal tese.

yamandú 2001

“Yamandú”. Lançado em 2001, este foi o disco que motivou meus pais a vê-lo tocar

Pois bem. Da apresentação, em si, recordo pouco além das brigas de Yamandu com a afinação do violão. Entre as músicas, o gaúcho reclamava, fazia uma piada e retocava as tarraxas do sete cordas. Não que nós mortais achássemos necessário. Tudo soava bonito. Bonito, porém, não é o bastante pra alguém tão perfeccionista. Alguém que evita – até hoje – ouvir as próprias gravações, por se prender nas imperfeições.

Outra recordação segue vivíssima também na cabeça do meu pai, esta menos quati que a do filho: minha mãe dormiu. No meio do show. Na primeira fila. A um palmo de distância de um violonista visceral, de temperamento forte. A maior prova de bravura que já presenciei nesta encarnação.

À posteridade, ela teceria o clássico “fechei os olhos pra me concentrar melhor”. O que, pra bom entendedor, equivale a confessar que dormiu mesmo. Figura corajosa, essa minha mãe.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s