Contos e afins => Defeito

Não é por mal, mas não tem jeito
Sabe qual é o meu defeito?

É que… Eu bano mesmo
Abolo com tudo

Coloro fora do desenho
Falo o negócio mudo bem no começo

Havo pra mostrar que estou aqui
Intervejo lá de longe até o fim

Por isso, amada minha
Caso insista em não me notar
Confesso-te a sina
Qual estarei a empregar:

Você passando perto
Rentinho ao meu olhar
Eu pedo reto uma chance
Aos céus, à terra, também ao ar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s