Os Paralamas do Sucesso em Curitiba => Barone inspirado e bis encorpado reverberam pelo Teatro Guaíra

foto 1 (7)“Vocês tão cansados?”.

Nada como uma circunstância adequada pra dar jeito nas coisas…

Dezembro passado, vi Os Paralamas do Sucesso no Prime Rock Brasil com uma pulga atrás da orelha. A guitarra soava meio fraca demais, os metais meio altos demais, a bateria meio inundada de reverb demais.

Era o lugar. O som do trio ao ar livre da Pedreira Paulo Leminski perdeu força; perdeu nexo no ambiente de festival. Agora não. Neste sábado (27) a coisa era só deles. Show solo. Teatro Guaíra cheio. Cheio de fãs deles. Na maioria experientes. Ambiente perfeito pros timbres que Herbert ViannaJoão Barone Bi Ribeiro tanto preferem. Aí sim. Aí deu liga.

Barone que o diga. Colocou a noite no bolso, desde o princípio. Nada pintou no front paralâmico sem orbitar seu tamborilar forte. Sorte da gente, do público, testemunha de uma performance de bateria exuberante.

foto 2 (8)“Podemos fazer mais uma?”

O tempo normal da apresentação foi permeado de clássicos (a turnê celebra os louros de quatro décadas de atividade) e também da preocupação de Herbert com o entusiasmo da plateia. Não que precisasse: a resposta vinha grande já desde o primeiro hit do set, Meu Erro, chegando ao ápice na dobradinha final Ska / Vital e Sua Moto (versão 90), a qual fez o Guairão inteiro ficar de pé.

No bis mudaram a pergunta e a atitude do grupo, ousado na escolha do repertório. Canções lado-b e até cover de Chico Science & Nação Zumbi entraram na roda, enlevando o encerramento típico. De mais um em mais um, fizeram os caras um bis longo, num concerto relativamente curto (uma hora e trinta e sete de duração, das 21h21 às 22h58). Deu vontade de mais.

Aí sim. Missão cumprida em Curitiba. Nada de pulga atrás da orelha.

Nada como uma circunstância adequada pra dar jeito nas coisas…

SETLIST*

  1. Sinais do Sim
  2. Meu Erro
  3. Alagados
  4. Lourinha Bombril
  5. Uns Dias
  6. La Bella Luna
  7. Ela Disse Adeus
  8. O Calibre (intro: Voodoo Child (Slight Return) – Jimi Hendrix)
  9. Selvagem/O Beco
  10. Aonde Quer que Eu Vá
  11. Cuide Bem do Seu Amor
  12. O Amor Não Sabe Esperar
  13. Você/Gostava Tanto de Você (Tim Maia cover)
  14. A Novidade
  15. Melô do Marinheiro/Marujo Dub
  16. Perplexo
  17. Lanterna dos Afogados
  18. Caleidoscópio
  19. Uma Brasileira
  20. Ska
  21. Vital e Sua Moto (versão 90) (inc. Every Breath You Take – The Police)
  22. Vulcão Dub
  23. Pólvora
  24. Dos Margaritas
  25. Trac-Trac
  26. Manguetown (Chico Science & Nação Zumbi cover)
  27. Óculos

*Infelizmente não lembro a ordem exata das músicas do bis (Vulcão Dub em diante). Mas as faixas relacionadas foram todas tocadas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s