John e Yoko: Só o Céu como Testemunha => Documentário clareia influência de Ono sobre a música do ex-beatle

john e yoko_só o céu como testemunhaPor muitos anos, ela foi vista como a razão da separação da banda mais superlativa do planeta. Foi estigmatizada na moldura de companhia exótica, a qual John Lennon insistia em levar a qualquer lugar que fosse. Rotulada por não atender ao modelo de esposa que público e mídia esperavam ver de mãos dadas com um dos Beatles centrais. Agora o tempo tenta corrigir esta questão.

O documentário John e Yoko: Só o Céu como Testemunha (2018), dirigido por Michael Epstein, joga luz sobre a influência da artista conceitual na obra de Lennon, e revela que suas contribuições são bem maiores do que podíamos supor.

Ao mostrar as gravações do álbum Imagine, lançado em 1971, o filme percorre imagens e depoimentos de pessoas envolvidas na elaboração do segundo trabalho solo de John pós-fab four. Yoko surge compondo versos, opinando acerca de takes – até mesmo instruindo o convidado George Harrison a tocar sua guitarra, na balada Oh My Love, de forma “elisabetana”.

Mas, principalmente, o doc notabiliza a importância da japonesa na criação do clássico que batiza o full length: a ideia da música Imagine saíra do livro Grapefruit, publicado por Yoko em 1964, no qual ela propõe conceitos lúdicos, instruindo o leitor a imaginar determinadas situações. Numa entrevista concedida em 1980 – presente, em trecho, no documentário -, Lennon endossa o fato.

Outros pontos como o engajamento do casal em ações políticas pela paz, a mudança de Tittenhurst Park (Inglaterra) rumo a Nova Iorque, o peculiar encontro com um fã, momentos de lazer, sessões de fotos e autógrafos, e o trabalho em outras canções já haviam aparecido em Imagine, filme de 1972, e Gimme Some Truth: The Making of John Lennon’s Imagine Album, sua versão estendida, compartilhada em 2000. A diferença de Só o Céu como Testemunha está no maior recheio – entrevistas recentes com Yoko, músicos e pessoas ligadas a ela e John, incluindo o primeiro filho do beatle, Julian, e takes extras das faixas em construção.

SONO IMPEDE COLABORAÇÃO DE PESO

Jim Keltner contou um causo interessante em depoimento a Só o Céu como Testemunha. Segundo o baterista, John e Yoko queriam Eric Clapton no álbum Imagine. Telefonaram pro guitarrista, porém ele estava dormindo. Keltner, presente na casa de Slowhand àquele instante, atendeu a ligação e de quebra foi chamado pra tocar.

Os mentores do LP pediram que levasse seu anfitrião junto. Jim, entretanto, preferiu não acordar Clapton, e rumou sem ele ao estúdio instalado em Tittenhurst Park.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s