1001 grandes álbuns desse mundão (parte 15)

joy division unknown pleasuresGosto de reservar a primeira quinta do mês pra postar as novas entranças da listona. Atrasei um pouquinho desta vez. Não ligue. Não foi por mal. Havia apenas outros textos a escrever. Em junho eu volto ao prumo. Quer dizer, vou tentar. Nunca se sabe.

Muito bem. Falemos de música. Agora que me aproximo de 1/3 da tarefa completada, optei por um critério especial. Juntei na parte 15 discos os quais, num passado não tão remoto assim, fiquei horas dias semanas meses escutando. Sem parar mesmo.

A inspiração veio do exemplar da capa. Joy Division nunca foi a minha. Até que, sei lá, o santo bateu e ando ouvindo os caras direto. Sobretudo o Unknown Pleasures, pérola tão influenciadora às bandas de ontem. Hoje. E amanhã. Continuar lendo

Anúncios

1001 grandes álbuns desse mundão (parte 9)

disraeli gears creamO tempo vai passando e a lista, claro, continuando!

Afinal de contas, música boa tem que ser ouvida e ouvida e ouvida, né não?

A vocês apresento, ora ora pois, na humildíssima opinião deste que tece tais linhas, a parte 9 dos 1001 grandes álbuns desse mundão, repleta de cositas nacionais e internacionais deveras legais e de variadas épocas: Continuar lendo

1001 grandes álbuns desse mundão (parte 6)

a nod's as good as a wink... to a blind horseEis uma das partes mais old school da saga mil-e-úmica. Neste sexto segmento dos 1001 grandes álbuns desse mundão, botei vários clássicos do rock e suas vertentes, capazes de agradar os saudosos pelos velhos tempos. Continuar lendo

1001 grandes álbuns desse mundão (parte 3)

legião urbana doisMais um mês que se inicia, mais uma parte da lista batuta (maluca, também) que este blog se dispôs a empreitar \o/

O destaque da vez vai pro BRock, muitíssimo bem representado através de discos seminais de bandas deveras importantes do nosso cancioneiro.

Sem mais delongas, eis 1001 grandes álbuns desse mundão:

Parte 3. Continuar lendo

Mitch Mitchell, Keith Richards, John Lennon e Eric Clapton => O supergrupo que deu o que falar no Rock and Roll Circus (1968)

dirty-macThe Rolling Stones Rock and Roll Circus foi um especial muito bacana organizado por Mick Jagger e sua trupe em dezembro de 1968. Dirigido por Michael Lindsay-Hogg, cidadão que um mês depois filmaria o conturbado documentário beatle Let it Be, o evento reuniu altas atrações de qualidade. Entre elas, o estelar The Dirty Mac. Continuar lendo