Meu Atletiba marcante => Nivaldo Carneiro

nivaldo carneiro

Card de álbum de figurinhas dos anos 1980 (Crédito: ogol.com.br)

Em 27 de novembro de 1985, o Couto Pereira deveria ser palco de uma grande festa. No dia 10 daquele mês, o Athletico havia conquistado o título paranaense de forma antecipada, vencendo ambos os turnos. Fato que deixou a imprensa local em polvorosa, clamando pela realização de um Atletiba consagratório, de entrega de faixas, já que, na madrugada de 31 de julho a 1º de agosto daquele mesmo ano, o Coritiba sagrara-se campeão brasileiro.

Mas o que foi planejado como uma grande festa, no fim das contas, não acabou sendo nem uma coisa nem outra. Nada grande. Tampouco festa. Continuar lendo

Seletiva para a Libertadores, 1999: Athletico fatura o título e garante vaga à primeira Liberta de sua história

athletico seletiva para a libertadores 1999

Formação campeã, contra o Cruzeiro. Boa parte deste esquadrão conquistaria o Brasileirão, dois anos mais tarde, também fora de casa (Fonte: https://edicaodoscampeoes.blogspot.com/)

Ao cabo do primeiro turno do Campeonato Brasileiro de 1999, no mês de novembro, a CBF botou em prática a Seletiva para a Libertadores. O torneio sul-americano sofreria uma expansão a partir de 2000 e o Brasil, detentor até ali de duas vagas fixas, passaria a ter mais duas na edição seguinte – sem contar a já faturada pelo campeão continental, Palmeiras. Dono da Copa do Brasil, o Juventude abocanhou uma; outras duas iriam aos futuros finalistas do Brasileirão (Corinthians e Atlético-MG); e a última vaga? Esta seria do vencedor da Seletiva: o Athletico. Continuar lendo

Campeonato Brasileiro de 1979: Coritiba chega às semifinais do Brasileirão pela primeira vez

album de figurinhas do coritiba 1979

Álbum de figurinhas do Brasileirão de 1979, com alguns atletas do setor defensivo coxa-branca (Crédito: blog Tua Camisa Alviderde).

Os times montados pelo Coritiba entre 1971 e 1973 apresentaram o melhor futebol da história do clube – em especial o de 1973, tricampeão estadual e do Torneio do Povo, auge da Era de Ouro coxa-branca. Mas, em se tratando de Campeonato Brasileiro, o mais alto grau atingido àqueles tempos foi o quinto lugar de 1972. A tarefa de ir além e beliscar uma vaga na Copa Libertadores ficaria com a formação de 1979: a primeira do Verdão a terminar um Brasileirão entre os quatro melhores. Continuar lendo

Paraná Clube, anos 90 => Quando os deuses da bola caminhavam sobre a Vila Capanema

paranitoAs constantes lutas do Paraná Clube pra fugir do rebaixamento à Série C costumam desanimar a torcida nos dias de hoje. Mas nem sempre foi assim. Houve um tempo em que o Tricolor prendia e soltava no futebol estadual, figurando bem na elite tupiniquim enquanto Coritiba e Atlético-PR pagavam os pecados. Continuar lendo