De Stijl (2000): The White Stripes sedimenta os pilares de seu som

the white stripes the stijl 2000Quando as coisas começam a ficar complexas demais, a saída é encontrar os elementos principais e basear-se na simplicidade estética. Com palavras mais ou menos assim, The White Stripes abria o texto do encarte interno de De Stijl, segundo álbum de estúdio da dupla, e um de seus melhores, lançado pelo selo independente Sympathy for the Record Industry em 2000. Continuar lendo

Grandes álbuns da humanidade brasileira: Amor Louco (Fellini, 1990)

amor louco fellini 1990O mergulho do Fellini no pós-punk foi muito mais profundo do que o realizado por outras bandas dos anos 1980. Quando um grupo desta densidade propõe-se a arejar referências, o resultado pode ficar bastante particular. E interessante. (Pois ficou mesmo). Continuar lendo

Grandes álbuns da humanidade brasileira: Sabonetes (Sabonetes, 2010)

sabonetes sabonetes 2010Em 2010, o Sabonetes lançou de maneira independente seu auto-intitulado álbum de estreia. Um trabalho repleto de arranjos calibrados no indie, que tanto influenciou a década anterior, e músicas construídas com uma inegável estrutura pop, de muito refrão e produção caprichada de Tomás Magno. Continuar lendo

Live at Leeds (The Who, 1970): A prova da potência instrumental de John Entwistle e Pete Townshend

the who live at leeds 1970

Icônica capa de Live at Leeds, inspirada no bootleg Live’r Than You’ll Ever Be, dos Rolling Stones. Obra da empresa Graphreaks.

Tommy deu ao The Who respeito crítico e artístico em 1969. O próximo passo, decidiu a banda, seria estender este respeito à seara ao vivo. Ter uma prova em disco de todo o seu poderio frente as audiências. Continuar lendo

Muddy Waters Sings “Big Bill” (1960): Tributo a Big Bill Broonzy reformula suas canções ao gosto do blues de Chicago

muddy waters sings big bill 1960Em junho de 1960, a gravadora Chess lançou o que se considera a primeira vez em que Muddy Waters e sua banda foram captados, em estúdio, no formato estéreo: Muddy Waters Sings “Big Bill”. Um belo tributo a Big Bill Broonzy, falecido em agosto de 1958, que tanto influenciou o trabalho de Muddy. Continuar lendo

Grandes álbuns da humanidade brasileira: Nó Sem Ponto II (Taco de Golfe, 2020)

nó sem ponto II taco de golfe 2020Transformar as durezas da vida urbana cotidiana em beleza estética: é difícil. Mas… É possível? Não só é, como foi o conseguido pelo Taco de Golfe ao lançar seu segundo disco, Nó Sem Ponto II, em 2020. A coisa mais bela e impressionante que o instrumental brasileiro já produziu em muitos anos. Continuar lendo

1001 grandes álbuns desse mundão (parte 39)

tea for the tillerman cat stevens 1970Resolvi fazer uma lista mais temática, desta vez. Na parte 39 dos 1001 grandes álbuns desse mundão, os primeiros anos da década de 1970 ganham os holofotes, em especial o rock e o fusion.

Em se tratando de brasileiros, as inclusões do segmento dão espaço a grandes trabalhos de Gilberto Gil e Tim Maia.

Espia só: Continuar lendo

Beatles fora dos Beatles => Brainwashed (George Harrison, 2002)

george harrison brainwashedAs gravações do sucessor de Cloud Nine desafiaram o tempo. Começaram em 1988, mas sempre vinha algo para adiá-las. Problemas com o ex-empresário, Denis O’Brien, revolvendo um mar de processos jurídicos… Compromissos com os Traveling Willburys e Ravi Shankar… A magnitude do projeto Anthology, que requeria atenção extra ao legado dos Beatles… Continuar lendo