Los Angeles, 1984: Geração de Prata leva o Brasil à inédita final no vôlei olímpico masculino

volei-brasil-eua-1984-anibalphilot-agenciaoglobo

Rede brasileira tenta parar o ataque dos EUA na decisão do ouro (Foto: Anibal Philot / Agência O Globo).

Até os Jogos Olímpicos de Los Angeles, 1984, o vôlei masculino do Brasil nunca havia chego à fase semifinal. A melhor campanha, até então, era o quinto lugar de Moscou, no ciclo anterior. Nos Estados Unidos, tudo mudou: impulsionada pelo poder do saque viagem, a Seleção Brasileira foi além, credenciando-se à disputa de sua primeira final olímpica na história. Continuar lendo

Brasil 4×0 Bolívia, Copa do Mundo de 1930: Time de Píndaro de Carvalho dá adeus ao Uruguai com goleada

brasil 4x0 bolivia copa do mundo 1930_cbf

Usando a camisa de treino celeste do Uruguai emprestada, bolivianos tentam resistir ao jogo aéreo da Seleção (Foto: Arquivo CBF).

Valia a honra. Tanto Brasil quanto Bolívia não tinham chances de classificarem-se às semifinais da Copa do Mundo de 1930. Derrotados previamente pela Iugoslávia, com quem repartiam o Grupo 2, os dois tiveram de aceitar os europeus abocanhando a única vaga disponível à próxima fase.

Ainda assim, o jogo era importante. Os brasileiros, cabeças de chave, favoritos prévios do grupo, queriam apagar a impressão da estreia ruim e os conflitos de bastidores*. Já os bolivianos ansiavam a primeira vitória numa peleja internacional. Continuar lendo

Japão 0x1 Brasil, Copa do Mundo de 1991: Gol chorado de Elane dá a vitória à Seleção, na estreia em mundias

japão 0x1 brasil copa do mundo 1991_rede globo

Elane (extrema esquerda, próxima ao árbitro) sai em celebração ao marcar o gol da vitória contra o Japão. (Foto: Frame de vídeo/Rede Globo).

Vuco-vuco na área japonesa. A bola vai de encontro à zagueira Elane que, de joelho, ajeita, bate e faz o único gol do jogo, logo aos quatro minutos, no New Plaza Stadium. Continuar lendo

Brasil 0x0 Itália, Copa do Mundo de 1994: Seleção domina a final, mas tetra só vem nos pênaltis

brasil itália copa do mundo 1994_pinterest

(Foto: Omar Torres/AFP)

Baresi. É um milagre ele estar em campo, hoje. No começo do segundo tempo contra a Noruega, o líbero/zagueiro foi dado como fora da Copa do Mundo de 1994. Rompeu o menisco do joelho direito. Era apenas o segundo jogo da Itália, fase de grupos. Cedo demais para alguém tão importante (campeão em 1982) dar adeus. Baresi submeteu-se à cirurgia, foi para o sacrifício e, 25 dias depois, está de novo pisando a grama dos Estados Unidos. De novo com a braçadeira de capitão. Baresi vai para a cobrança. E isola. Continuar lendo

Barcelona, 1992: Brasil alcança a semifinal olímpica pela primeira vez no vôlei feminino

brasil japão_vôlei feminino barcelona 1992

Atletas comemoram o fim da partida com o Japão. O Brasil, enfim, vai poder disputar uma semifinal olímpica (Frame de vídeo: Rede Globo).

A Seleção Brasileira feminina de vôlei entrou nos Jogos Olímpicos de Barcelona, 1992, querendo superar o quinto lugar obtido doze anos antes, em Moscou. Tendo no plantel jogadoras como Ana MoserHilmaIdaAna PaulaLeilaMarcia FuFernanda Venturini Fofão, o time dirigido por Wadson Lima mostrou competência e talento, transformando as inéditas semifinais numa realidade. Continuar lendo

Iugoslávia 2×1 Brasil, Copa do Mundo de 1930: Seleção demora a esquentar na estreia e se complica no Uruguai

iugoslávia 2x1 brasil copa do mundo 1930_ataque

Ataque da Seleção exige trabalho do goleiro Jacsik (Foto: arquivo CBF)

O debute brasileiro na competição mais importante do futebol foi uma autêntica e literal gelada. Continuar lendo

Brasil 5×2 Suécia, Copa do Mundo de 1958 => O dia em que futebol e arte se uniram vestindo azul

brasil suécia 1958

(Crédito: Arquivo/LanceNet)

Cinco minutos de jogo. Repõem a bola Vavá Didi. Do círculo central, o maestro lança Garrincha. Domina o Mané, vence o marcador na ponta direita, penetra a junção da área com a linha de fundo – seu quintal de casa – e carimba a rede por fora.

Pobre Suécia. Mal abriu o placar e já está avisada do que vem aí…

Continuar lendo

Brasil x Cuba, anos 90 => A rivalidade mais cáustica da história do vôlei

cuba brasil voleiMarlenis Costa, Mireya Luis, Lilian Izquierdo, Idalmis Gato, Regla Bell, Regla Torres e Ana Ibis Fernández. Durante três olimpíadas seguidas, estas jogadoras de Cuba pisaram no degrau dourado do pódio – proeza que as botou, ao lado de outras mitos sazonais como Magalys Carvajal, na indubitável condição de maior geração da história do vôlei.
Continuar lendo

Moscou, 1980 => A primeira grande campanha do Brasil no vôlei olímpico masculino

desert-1200-800-wallpaper

(Crédito: documentário “O Brasil na terra do Misha”)

Os Jogos Olímpicos de 1980 foram os primeiros onde o vôlei masculino do Brasil mostrou real capacidade de brigar entre os grandes.

Contando com vários nomes que figurariam na geração de prata quatro anos adelante, a Seleça fez boa campanha em Moscou, dando trabalho aos favoritos do leste europeu. Continuar lendo