Carlos Germano, Roberto Dinamite e Edmundo => Sob a batuta de Joel Santana, Vasco estelar ganha o Campeonato Carioca invicto em 1992

vasco-1992

(Crédito: semprevasco.com)

Léo Batista se rendeu ao Vasco da Gama em 24 de novembro de 1992. Ao revelar no Globo Esporte que o Campeonato Carioca daquele ano já tinha vencedor, a duas rodadas do fim, o apresentador chamou o time triunfante de o Milan carioca. O maior dos elogios futebolísticos na época.

Contando com um timaço, doido pra fazer a despedida dos gramados do ídolo Roberto Dinamite valer a pena, a Cruz de Malta avassalou geral, levando o caneco de forma incontestável.

Invicta. Sem final nem nada. Continuar lendo

Anúncios

Pé frio? Fluminense já ganhou título com Mick Jagger torcendo no Maracanã

mick jaggerToda regra tem exceção. Por mais mau agouro que Mick Jagger traga ao universo boleiro, já teve quem burlasse a gélida circulação de seus pisantes.

E no Brasil, ainda por cima. Continuar lendo

A maior goleada da história do futebol brasileiro já passou dos 100 anos, e pertence ao Botafogo

botafogo goleadaPra quem acha que a máxima “tem coisas que só acontecem com o Botafogo” sempre carrega viés negativo, venho a público provar que não. Por mais que a Estrela Solitária abuse das capacidades cardíacas do torcedor, ao menos um feito invejável ela conseguiu:

Impor a maior goleada da história do futebol brasileiro. Continuar lendo

São Marcos I, o elegante primeiro goleiro da Seleção Brasileira

marcos carneiro de mendonçaO primeiro ídolo do futebol nacional não foi Friedenreich. Sequer tinha função ofensiva, aliás. Sofria com problemas nos pulmões e arritmia cardíaca na juventude. Só jogaria bola se encontrasse um posto no qual não precisasse correr. Pois assim fez o arqueiro inaugural da história da Seleção Brasileira. Continuar lendo