Roger Waters, Couto Pereira, Curitiba => Entretenimento e consciência juntos em prol da arte

foto 2 (6)

Interlúdio de Dogs, parodiando o fim do livro A Revolução dos Bichos, de George Orwell (Foto: Guilherme Mattar)

Podemos repartir a arte musical, grosso modo, em dois grandes gêneros: entretenimento e canções conscientes. Aquelas nos ajudando a esquecer os problemas, estas lembrando-os na marra.

Pink Floyd se notabilizou por ambos, amarrando conceitos líricos densos num verdadeiro espetáculo de luzes, sons e estruturas. Pegada que Roger Waters manteve na vida-pós Gilmour, Wright e Mason. Continuar lendo

Anúncios

Paraná Clube, 2000 => Embalado na Copa João Havelange, Tricolor ficou a um gol de eliminar o campeão Vasco nas quartas

parana-clube-2000A incrível campanha do São Caetano não foi a única coisa legal da louca Copa João Havelange.

Vindo da segunda divisão, o Paraná Clube escreveu outro capítulo marotíssimo no Brasileirão de 2000, passando perto de chegar às semifinais. Continuar lendo

Brasil no Couto Pereira => Comandada por Felipão, Seleção bateu o Chile e respirou nas Eliminatórias pra 2002

brasil chile 2001Vez ou outra a Seleção Brasileira sofre nas Eliminatórias pra Copa do Mundo. Em 2001, o treinador Luiz Felipe Scolari cortou um dobrado e classificou o país ao mundial só na última rodada sul-americana.

Classificação muito devida à seminal vitória sobre o Chile em Curitiba, 07 de outubro de 2001. Continuar lendo

O dia em que o Colorado goleou o futuro campeão mundial Flamengo

colorado 4x0 flamengoDifícil pensar em time melhor que o Flamengo em 1981. Lutando pelo bi no Campeonato Brasileiro, o time da Gávea fecharia o ano conquistando a Taça Libertadores da América e batendo o Liverpool de Kenny Dalglish no Mundial Interclubes.

Mas antes dos gloriosos novembro e dezembro, havia março – e o Colorado pela frente. Continuar lendo

Brasileirão de 1998: a campanha mais legal do passado recente do Coritiba

coritiba 1998Fui uma criança de sorte. Logo no primeiro ano frequentando estádios de futebol, 1998, vi meu time do coração chegar aos playoffs do Campeonato Brasileiro – o que, convenhamos, não era nada fácil se você torcia por um paranaense. Continuar lendo