Mané Garrincha no Coritiba: Gênio das pernas tortas bateu bola no Alto da Glória, em 1969

garrincha no coritiba 1969_arquivo grpcom

(Foto: Gazeta do Povo)

O maior driblador da história do futebol foi coxa-branca por uma tarde. Em 11 de julho de 1969, Garrincha vestiu a camisa do Coritiba e, de quebra, realizou um treino sem compromisso no estádio Belfort Duarte. Continuar lendo

Campeonato Paranaense de 1949: Campanha avassaladora origina o apelido “Furacão” associado ao Athletico

athletico 5x1 coritiba campeonato paranaense 1949_site oficial athletico

Foto doada por Rui ao Rubro-Negro. Segundo o atacante, esta foi a formação que goleou o Coritiba por 5×1, no Belfort Duarte, em 7 de agosto. Em pé, da esquerda para a direita: Valdir, Nilo, Wilson, Waldomiro, Laio e Sanguinetti. Agachados: Viana, Rui, Neno, Jackson e Cireno.

Onze vitórias nas primeiras 11 partidas, marcando pelo menos quatro gols em 10 delas. Numa jornada avassaladora, o Athletico conquistou o Campeonato Paranaense de 1949 e, de quebra, ganhou uma apelido por toda a vida, perpetuado pelos jornais e torcedores da época: Furacão. Continuar lendo

Campeonato Brasileiro de 1985: Coritiba recupera-se de primeiro turno difícil e ascende rumo ao título do Brasileirão

coritiba final campeonato brasileiro 1985_foto rodolpho machado_abril

Formação coxa-branca com a camisa jogadeira, na final do Brasileirão, da esquerda para a direita: Gomes, Heraldo, Almir, Rafael, André e Dida (em pé). Lela, Marildo, Índio, Toby e Édson (agachados). [Foto: Rodolpho Machado/Abril].

O Coritiba viveu intensas emoções no Campeonato Brasileiro de 1985. Depois de terminar o turno da primeira fase em antepenúltimo em sua chave, a equipe ganhou força no returno, embalando rumo à inédita conquista da Taça de Ouro. Continuar lendo

Campeonato Paranaense de 1932: Após bater na trave um ano antes, Palestra Itália fica com a taça

palestra itália campeonato paranaense 1932_fpf

Em pé, da direita para a esquerda: Cortese, Waldomiro, Dalo, Emilio, Dula, Ataíde, Gabardinho, Mathias, Cunha e Tatu. Ajoelhados: Anjolilo, Mansur e Andretta. (Foto: Federação Paranaense de Futebol).

Muitos consideraram o Palestra Itália a melhor equipe do Campeonato Paranaense de 1931, mas o título daquele ano ficou com o Coritiba. Em 1932, enfim, a taça pararia nas mãos do Periquito, graças a uma campanha repleta de vitórias expressivas. Continuar lendo

Especial Trio de Ferro: As 10 camisas mais bonitas do Paraná Clube

a04d6e66bf31b17a3c85aff8d02cc8dc (1)

Quais os uniformes mais bonitos já usados pelo Tricolor da Vila Capanema ao longo de quase 31 anos de vida?

Eis uma lista com 10 camisas bem interessantes, com as quais o Paraná Clube pisou gramados e disputou partidas de futebol por aí. Confira: Continuar lendo

Campeonato Paranaense de 1923: Britânia consolida soberania e fatura o hexa

britânia 1923_reliquias do futebol

Tigre em 1923, da esquerda para a direita: Cassou, Elias Martim, Bassani, Moura, Vitor e Floriano (em pé). Maximino, Zito, Romualdo, Joaquim Martim e Rigolino (ajoelhados). [Foto: blog Museu Virtual do Futebol].

A hegemonia do Britânia no futebol do Paraná atingiu o cume no Campeonato Paranaense de 1923. Mantendo a base de jogadores (alguns anteriores ao primeiro título, de 1918), o Alvirrubro faturou – invicto – outro certame, fechando a série de conquistas num impressionante hexacampeonato. Continuar lendo

Especial Trio de Ferro: As 10 camisas mais bonitas do Athletico

athletico símbolo_clube de criação

(Crédito: Clube de Criação)

Chegou a vez do Furacão! Se na lista coxa-branca o critério foi pessoal, restringindo a seleção das 10 camisas mais bonitas ao período em que acompanho futebol, as escolhas por parte do Athletico trazem maior perspectiva temporal, contemplando épocas diversas. Continuar lendo

Especial Trio de Ferro: As 10 camisas mais bonitas do Coritiba

coritiba_alambrado fc

(Foto: Alambrado FC)

Hora de lista! Pensando nos tempos em que acompanho futebol com maior lembrança, de 1997 para cá, elenquei as camisas mais bonitas dentre as quais vi o Coritiba adentrar gramados. Continuar lendo

Campeonato Paranaense de 1915: Título do Internacional motiva cisão no futebol do estado

internacional-pr 1915

(Crédito: Marcelo Dieguez – o historiador)

Nada como um domingo ensolarado para iniciar os trabalhos… Assistidos pela alta roda da sociedade curitibana e muitas autoridades, Internacional e América abriram o Campeonato Paranaense de 1915 na Baixada da Água Verde, reduto internacionalista, em 23 de maio. O primeiro jogo do primeiro estadual local. Continuar lendo

Campeonato Brasileiro de 1997: Paraná Clube vive uma gangorra emocional em torneio no qual chega a ser líder

grêmio 1x1 paraná clube brasileirão 1997

Tricolores gaúcho e paranaense ficam no 1×1 em duelo de gols de pênalti. Aos paranistas, a vida não tem como ser mais doce nesta época (Crédito: Grêmio 1983)

Estádio Olímpico, domingo, 20 de julho. O Paraná Clube empata por 1×1 com o defensor do título, Grêmio, e chega a cinco jogos sem perder no Campeonato Brasileiro de 1997. É o líder da competição, tendo vencido todas as quatro partidas anteriores da fase de turno. Pouco mais de um mês após sagrar-se pentacampeão estadual, o time dirigido agora por Sebastião Lazaroni voa em céu de brigadeiro. Continuar lendo