1001 grandes álbuns desse mundão (parte 28)

there's nothing left to lose foo fighters 1999Outono é sempre igual, as folhas caem no quintal… E uma parte nova da lista mil-e-úmica chega no início de seu mês final (final da estação, no caso, já que ainda há belo chão a percorrer na lista) o/ Continuar lendo

Anúncios

1001 grandes álbuns desse mundão (parte 27)

mccartney II 1980Seguem os trabalhos, firmes e fortes. Com uma coisa de jazz aqui, outro folk/country ali, pop acolá, a parte 27 dos 1001 grandes álbuns desse mundão baseia-se bastante nas vertentes bacanudas do bom e velho rock, além de seu complemento – o igualmente bom e velho roll. Continuar lendo

Os 10 melhores discos lançados pelos Beatles em carreira solo

beatlesFazia tempo que não rolava post sobre os Beatles, então lá vamos nós.

Hoje o assunto são os álbuns lançados pelos guris fora do grupo. Dentre estes, escolhi minha dezena preferida – a maioria da década de 1970, quando os lads de Liverpool fervilhavam de energia criativa querendo ser liberada.

Espia só: Continuar lendo

The Beatles => E se o White Album fosse um disco simples? Que músicas você colocaria na tracklist?

beatles-white-albumQuando retornaram do retiro espiritual na Índia, no início de 1968, os Beatles voltaram com tanta música na mala que decidiram gravar um disco duplo. Assim nasceu o icônico White Album.

Várias coisas legais fazem parte do bichão mas, convenhamos, também há colheres de fillers misturadas aos metais preciosos. Continuar lendo

E se Eric Clapton entrasse nos Beatles? Cold Turkey indica como a banda podia soar

cold turkey 3O fim de carreira dos Beatles foi marcado por tretas. A relação entre os integrantes ficou tão tensa que George Harrison pediu o boné em 1969, durante as sessões que mais tarde originariam o álbum Let it Be.

Não foi um adeus definitivo – ele reintegraria a banda 12 dias depois. Mas serviu pra John Lennon sugerir Eric Clapton à vaga aberta, originando um dos maiores WHAT IF‘s da história do rock.

Como seria o Fab Four com Slowhand? Se você curte especular, eis uma dica: Cold Turkey, “primeiro” single solo de Lennon. Continuar lendo

Happiness Is a Warm Gun => A contribuição mais inusitada de George Martin aos Beatles

Photo of George Martin 2O dedo de George Martin nos Beatles ia além da mesa de som. Quando os pupilos pediam ajuda, o mancebo arregaçava as mangas: bolava arranjos intrincados, tocava e até fazia coisas diferentes pra instigá-los.

Em 1968, por exemplo, John Lennon aproveitou outro viés do produtor, o prosaico, pra compor uma preciosidade do White Album. Continuar lendo

O grande álbum que os Beatles deixaram de lançar

Beatles70Acredite se quiser: a discografia dos Beatles poderia ser ainda mais rica. Isso porque boa parte do material solo de John, George, Paul e Ringo foi composto visando inicialmente o catálogo da banda.

Lembrando também das faixas que os fab four compuseram e nunca lançaram (ou deram a outros artistas), tomei a liberdade de montar um álbum fictício. O formato clássico dos discos deles – com uma canção cantada pelo Ringuera – foi devidamente preservado. Continuar lendo

Atormentado pela dor de cotovelo, Eric Clapton transforma calças em música

eric claptonO que você faz quando te pedem um jeans de presente? Vai lá e compra, certo? Eric Clapton, contudo, transformou as bocas de sino solicitadas por Pattie Boyd numa de suas melhores canções, no início dos anos 1970. Continuar lendo

Quando George Harrison e Bob Dylan se uniram e criaram o clássico I’d Have You Anytime

dylan e harrison1968 foi um ano de mudanças no mundo da música. Enquanto George Harrison usava o restrito espaço como compositor nos Beatles pra se emancipar da sombra Lennon/McCartney, a união fraternal da banda ruía. Do outro lado do Atlântico, Bob Dylan sofria de um inédito e severo bloqueio criativo.

Como os dois poderiam sair do buraco? Simples: juntos. No dia de ação de graças. Continuar lendo

The Beatles => as 11 melhores fora dos holofotes (1967-1970)

beatles parte 2Hora de completar a lista das não tão lembradas mais legais dos Beatles.

Se na primeira parte incluí músicas dos early days até 1966, agora é a vez da reta final da discografia da rapaziada. Continuar lendo