1001 grandes álbuns desse mundão (parte 35)

all things must pass george harrison 1970Antes de mais nada: feliz ano novo! Pulou suas ondinhas? Guardou as sementes das uvas na carteira? Usou branco (ou qual for sua cor da sorte) na virada? Pois 2020 já está entre nóiz \o/

E em 2020 a lista alcança o patamar 700! Setecentos discos… Ainda tem chão, mas o fim começa a ficar mais claro. Continuar lendo

1001 grandes álbuns desse mundão (parte 23)

metallica black album 1991Quer dizer então que estamos em dois mil e dezenove depois de Cristo?

Rapaz, como o tempo passa…

Pois muito que bem. Passando com ele, vem agora mais uma parte da épica lista dos 1001 grandes álbuns desse mundão, a qual adentra sua terceira temporada – e sua vigésima terceira sequência.

Oloco! Continuar lendo

Grandes álbuns da humanidade brasileira => Ventura (Los Hermanos, 2003)

ventura los hermanosO disco de estreia era bom. Misturava guitarra e metais de um jeito diferente do feito por Skank ou Paralamas do Sucesso no mainstream. Hardcore bem cantado.

O segundo? Legal também. Rompia a fórmula dos hits pop padrão, entrava na MPB. Aquele carinha de voz rouca, que assumia o mic vez ou outra, emitia claros sinais de talento na composição.

Mas o terceiro… Ali a banda mostrou, realmente, a que veio. Com Ventura (2003), os barbudos do Los Hermanos encontraram o equilíbrio entre rock e música popular brasileira, dando espaço pra Rodrigo Amarante desabrochar nas letras/gogó, oferecendo companhia sagaz à Marcelo Camelo. Continuar lendo

1001 grandes álbuns desse mundão (parte 1)

1001-pt-1

Tem Bebeto Zimmerman aí no meio, djow!

Era uma vez um guri chamado Guilherme, 17 anos, perambulando pela Fnac. Depois de tanto correr olhares na livraria, eis que ele descobre a primeira edição de 1001 discos para ouvir antes de morrer. Adorou. Continuar lendo

9 músicas essenciais pra se ouvir na vida => José Maltaca (Cactos)

josé_as nove maisInicio hoje um projetinho maroto, fortemente inspirado pelo livro “Você tem que ouvir isso!” do jornalista Luiz Cesar Pimentel.

Neste balangandã, pergunto a cidadãos e cidadãs quais músicas consideram importantes de se ouvir na vida. Mas com uma ressalva: em vez de referências às novas gerações, tal feito por Pimentel, peço apenas 9 faixas “boas”. Dentro ou fora do radar.

Como não podia deixar de ser, a cobaia do negócio foi meu prestativo parceiro de banda, José Maltaca. Eis então as escolhidas pelo batera do Cactos: Continuar lendo

Los Hermanos toca set “montanha russa” em show na Pedreira Paulo Leminski e empolga público de Curitiba

los hermanos 2Quando Renato Russo faleceu e a Legião Urbana acabou, em outubro de 1996, eu tinha 5 primaveras. Não pude vê-los ao vivo, nem observar o comportamento de seus fanáticos fãs – minha maior curiosidade, confesso.

Desta vez, no outubro de 2015, aproveitei a chance na Pedreira Paulo Leminski e assisti à banda cujos admiradores em muito lembram a Religião Urbana. Cuja poesia ou você ama ou despreza solenemente.

E olha, fiz bem, viu? Esta banda, Los Hermanos, ofereceu uma baita performance em Curitiba, dia 16. Pra aficionado nenhum botar defeito. Continuar lendo