1001 grandes álbuns desse mundão (parte 27)

mccartney II 1980Seguem os trabalhos, firmes e fortes. Com uma coisa de jazz aqui, outro folk/country ali, pop acolá, a parte 27 dos 1001 grandes álbuns desse mundão baseia-se bastante nas vertentes bacanudas do bom e velho rock, além de seu complemento – o igualmente bom e velho roll. Continuar lendo

Anúncios

1001 grandes álbuns desse mundão (parte 26)

wings at the speed of sound - wings 1976Paul McCartney voltou a tocar em Curitiba neste 2019 em que escrevo, quase três décadas após o primeiro e, então, único show por aqui. Fãs de Beatles ficamos todos em polvorosa. Continuar lendo

Paul McCartney usa a experiência pra, mesmo sem “Yesterday”, ganhar os fãs de Beatles no retorno a Curitiba

foto 1 (2)John se foi em 1980. George em 2001. Ringo segue ativo, mas detém parte pequena do espólio. Ver Paul McCartney, portanto, é o mais perto que um indivíduo pode chegar da experiência de um show dos Beatles. E Curitiba não via Paul faz tempo… Desde dezembro de 1993.

Pois a espera terminou neste sábado (30), às 21h29. Um minutinho antes do combinado tabelado, alegrando o estádio Couto Pereira (mais de 42 mil cabeças sortidas presentes) e encerrando a perna sul-americana da turnê Freshen Up, em suporte ao álbum Egypt Station (2018). Continuar lendo

Pedreira Paulo Leminski, 1993 => A primeira vez de Paul McCartney em Curitiba

paul pedreira 1993

(Crédito: João Bruschz/Gazeta do Povo)

Por onde você andava às 20h do dia 5 de dezembro de 1993? Eu, criança de quase três anos (um centésimo da idade de Curitiba) provavelmente estava sob os cuidados de mãe e pai, em casa, àquele domingo. Domingo histórico.

Enquanto isso, Paul McCartney ganhava o palco da lotada Pedreira Paulo Leminski ao som de Drive my Car, arrancando aplausos da plateia ávida pela oportunidade de curtir um membro dos Beatles bem ali. Pertinho. Continuar lendo

Paul McCartney em Curitiba => 10 grandes músicas que o beatle não deve tocar no Couto Pereira

Paul McCartney

(Foto: Divulgação)

Ter uma carreira bem sucedida e longeva possui lá suas desvantagens: várias canções boas acabam fora dos sets ao vivo.

No caso de Paul McCartney, então, as preteridas de qualidade sobram.

Ao passar por Curitiba no próximo sábado, 30, o canhoto deve manter o padrão da atual turnê Freshen Up*, em suporte ao álbum Egypt Station (2018). Por isso, selecionei uma dezena de faixas gravadas por ele fora dos Beatles, as quais, por não estarem na rota normal da tour, dificilmente ganharão vida no palco do estádio Couto Pereira, a partir das 21h30. Continuar lendo

Os 10 melhores discos lançados pelos Beatles em carreira solo

beatlesFazia tempo que não rolava post sobre os Beatles, então lá vamos nós.

Hoje o assunto são os álbuns lançados pelos guris fora do grupo. Dentre estes, escolhi minha dezena preferida – a maioria da década de 1970, quando os lads de Liverpool fervilhavam de energia criativa querendo ser liberada.

Espia só: Continuar lendo

1001 grandes álbuns desse mundão (parte 1)

1001-pt-1

Tem Bebeto Zimmerman aí no meio, djow!

Era uma vez um guri chamado Guilherme, 17 anos, perambulando pela Fnac. Depois de tanto correr olhares na livraria, eis que ele descobre a primeira edição de 1001 discos para ouvir antes de morrer. Adorou. Continuar lendo

The Beatles => E se o White Album fosse um disco simples? Que músicas você colocaria na tracklist?

beatles-white-albumQuando retornaram do retiro espiritual na Índia, no início de 1968, os Beatles voltaram com tanta música na mala que decidiram gravar um disco duplo. Assim nasceu o icônico White Album.

Várias coisas legais fazem parte do bichão mas, convenhamos, também há colheres de fillers misturadas aos metais preciosos. Continuar lendo

E se Eric Clapton entrasse nos Beatles? Cold Turkey indica como a banda podia soar

cold turkey 3O fim de carreira dos Beatles foi marcado por tretas. A relação entre os integrantes ficou tão tensa que George Harrison pediu o boné em 1969, durante as sessões que mais tarde originariam o álbum Let it Be.

Não foi um adeus definitivo – ele reintegraria a banda 12 dias depois. Mas serviu pra John Lennon sugerir Eric Clapton à vaga aberta, originando um dos maiores WHAT IF‘s da história do rock.

Como seria o Fab Four com Slowhand? Se você curte especular, eis uma dica: Cold Turkey, “primeiro” single solo de Lennon. Continuar lendo

Happiness Is a Warm Gun => A contribuição mais inusitada de George Martin aos Beatles

Photo of George Martin 2O dedo de George Martin nos Beatles ia além da mesa de som. Quando os pupilos pediam ajuda, o mancebo arregaçava as mangas: bolava arranjos intrincados, tocava e até fazia coisas diferentes pra instigá-los.

Em 1968, por exemplo, John Lennon aproveitou outro viés do produtor, o prosaico, pra compor uma preciosidade do White Album. Continuar lendo